domingo, 23 de outubro de 2011

Discipulado é transformação de caráter


Todo discípulo de Jesus Cristo está em uma jornada espiritual de crescimento. Ele sabe que enquanto vive nessa terra, tem por obrigação a busca desse crescimento e a consequente transformação conforme a semelhança de Cristo. Discipulado, em sua plena acepção significa nada menos do que isso - TRANSFORMAÇÃO DE CARÁTER!

Há cristãos que compreendem o discipulado como meramente um treinamento para ganhar almas para Jesus. Outros, entendem o discipulado como serviço social (servir sopão a moradores de rua, por ex.). Nada disso entretanto constitui-se na essência plena do discipulado autêntico, embora possam estar presentes. O que se busca é a transformação de caráter porque somos pecadores e após conhecermos a Jesus Cristo, obtendo a salvação de nossos pecados, precisamos em seguida entrar no processo santificatório e crescer em Jesus. Vai ocorrer a mudança interior gradativa, a substituição de nosso caráter afetado pelo pecado e a implementação de um caráter novo semelhante ao de Cristo Jesus.

É muito fácil termos uma conformidade exterior de acordo com a igreja ou comunidade de cristãos aos quais pertencemos. Nos ensinam que devemos, exteriormente, andar ou fazer tais e quais coisas para então sermos tidos como realmente crentes, além de sermos assim aceitos pelo grupo. Mas, falando em termos de discipulado verdadeiro, isso não consiste em ser discípulo de Cristo. O verdadeiro discipulado está muito além de mera conformidade externa. É algo mais profundo e que imprime a marca de Cristo em nosso coração. Nosso caráter nunca será igual ao de Jesus, se nosso seguir a Ele seja confundido com um conjunto de regras a serem religiosamente seguidas (Is 29.13; Mt 15.8,9; Mc 7.9).

Nosso evangelismo será muito mais efetivo porque muitas pessoas questionam o comportamento de muitos cristãos, visto que em nada são diferentes das pessoas do mundo. Essas pessoas perguntam: "No que eu serei convertido?" Então, se o discipulado for realmente constituído de transformação interior, de sermos semelhantes a Jesus no caráter e nas atitudes, conforme preconiza a Palavra de Deus, se as pessoas do mundo verem os cristãos como realmente diferentes em caráter, aceitarão a mensagem do Evangelho mais facilmente, porque perceberão que ele funciona nas vidas, que realmente há poder em seu conteúdo (Rm 1.16).

É urgente que reconheçamos a importância de entender essa verdade. Transformação de nosso caráter segundo o caráter de Cristo. Nisto consiste a essência do autêntico discipulado. Esta é a vontade de Deus para as nossas vidas. E nada tem a ver com religiosidades, igrejismos ou modismos gospel. Tudo isso, na verdade, conspira contra a essência do que devemos ser em Cristo.

Meditemos nas palavras do apóstolo Paulo: "Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação de vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." (Rm 12.1,2).

Sejamos todos discípulos autênticos de Cristo, que possuem um caráter autenticamente transformado. Para a glória de Deus Pai, amém!

Nenhum comentário: