Postagens

O Discípulo e as Bênçãos da Salvação

Imagem
Das muitas, inumeráveis e abundantes reflexões que a Palavra de Deus proporciona a todos nós, discípulos de Cristo, está o que concerne à obra de salvação.
Em  Cristo nós fomos justificados,regenerados, santificados, adotados e glorificados.
Gosto por demais de meditar nesses cinco aspectos. Há outros, mas creio que nesses está a essência da obra divina em nós levada a efeito através do sangue de nosso Senhor Jesus Cristo.
Em nossa caminhada na vida cristã, as meditações diárias e contínuas na Palavra de Deus leva-nos a sermos enchidos com a plenitude dEle e nossa mente e pensamentos adquirem a forma da mente e pensamentos do Eterno.
Sendo assim, meditar, pensar, refletir, ler e estudar acerca de "nossa comum salvação" (Jd 3) é algo desejável e inadiável e proporcionará frutos de excelência em nosso viver. 
Assim sendo, quando penso emjustificação (Rm 3.24-30) leio e aprendo nessa passagem da epístola aos Romanos de que o homem é justificado pela fé na redenção efetuada por Jesus…

O Discípulo e a Identidade de Cristo

Imagem
É possível que alguém se reconheça como cristão, que deposite fé na Pessoa de Jesus Cristo, que confiou nEle como seu Único Salvador e Senhor, sendo pois seu discípulo e aprendiz, é bem possível que essa pessoa desconheça a real identidade de Cristo – quem Ele é realmente.
Apresentada tal possibilidade, bem podemos supor que o Espírito Santo conduza o discípulo de Cristo às páginas dos Evangelhos sinóticos (Mateus, Marcos e Lucas) para que ele se coloque diante do mesmo Jesus que falava com os primeiros discípulos e também ouça e tente responder às duas perguntas lançadas pelo Mestre: 1) Quem dizem os homens que eu sou? 2) Quem VOCÊS dizem que eu sou? (Mt 16.13-16; Mc 827-29; Lc 9.18-20). A primeira pergunta, segundo os textos bíblicos em apreço, foi respondida em conjunto pelos discípulos. Porém, o segundo questionamento de Cristo foi respondido prontamente e com correção por Pedro: “Tu é o Cristo, o Filho do Deus vivo” (Mt 16.16).
O Senhor alegrou-se por certo com a resposta correta de…

O DISCÍPULO E A SAÚDE DA IGREJA LOCAL

Imagem
Quando Jesus Cristo estabeleceu o colégio apostólico, fez com que Seus discípulos andassem de forma estreita com Ele durante 3 anos. Ensinou-os por palavra e por exemplo. Ilustrou vividamente os ensinos do Reino de Deus, pregou, ensinou, expulsou demônios e curou a muitos dentre as multidões. Os doze apóstolos tiveram um curso intensivo acerca do Evangelho. Isso tudo se tornou a semente para que a Igreja de Cristo que surgiria em plenitude no Dia de Pentecostes (Atos 2) pudesse ter uma base sólida na fé. Depois vimos como Jesus chamou e vocacionou o apóstolo Paulo e isso de tal forma que Ele tornou-se o maior evangelista e também o maior ensinador do NT tendo escrito pelo menos 13 epístolas (14, segundo alguns estudiosos, se incluir a Epístola aos Hebreus). Os escritos paulinos, bem como os demais autores neotestamentários dão muita orientação às igrejas e indivíduos às quais são dirigidas e o objetivo claro dos apóstolos, sob orientação do Espírito Santo, é no sentido que a Igreja em…

Discípulos que ouvem a pregação da Palavra de Deus

Imagem
DISCÍPULOS DE JESUS CRISTO devem ouvir a genuína pregação da Palavra de Deus e assim ser edificados.
MAS O QUE ACONTECE quando, em um culto, na hora da pregação da mensagem, muitos crentes levantam e saem do recinto, alguns para conversarem no lado externo do templo ou local de reunião e outros para irem para suas casas?
CONVÉM UMA REFLEXÃO nesse sentido. Será que muitos discípulos de Jesus estão, por muito pouco, negligenciando o que está escrito em Rm 10.17:“De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus”?
PAULO NOS ENSINA por meio dessa passagem de que nossa fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus. Isso significa que deveremos atentar para a palavra pregada. Não qualquer palavra, não qualquer pregador. Visto que muitos não pregam a Cristo, mas falam de si mesmos, ou, acrescentam à pura Palavra de Deus coisas estranhas e que mais satisfazem ao ego humano do que glorificam ao Deus da Palavra. Fica óbvio que a fé não pode ser gerada dessa forma e muito menos crescer nos coraç…

A simplicidade de uma criança é essencial ao discipulado cristão

Imagem
TEMOS MUITO QUE APRENDER com a simplicidade de uma criança. Há lições importantíssimas a aprender com elas. Em muitas passagens dos evangelhos, lemos como Jesus era terno e atencioso para com estes pequenos seres humanos. E em como ele se utilizou delas a fim de ensinar-nos lições preciosas que bem faremos em atentar.
EM MATEUS 18.1 o Senhor Jesus foi argüido pelos discípulos que lhe indagaram sobre quem seria o maior no reino dos céus. Então Jesus chamou um menino para junto de Si, colocou-o no meio deles e disse: “Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus. Quem, pois, se tornar humilde como este menino, esse será o maior no reino dos céus” (Mt 18.3,4).
QUAL A SIGNIFICÂNCIA  que uma simples criança têm para quem quer seguir a Jesus Cristo? Em primeiro lugar, a importância que Jesus atribuiu às crianças é a mesma ao qual deveremos atribuir. Segundo, o Senhor considerou como fundamental para todos que prete…

O discípulo e a promessa do retorno de Jesus

Imagem
NOSSA ESPERANÇA enquanto discípulos de Jesus se encontra em confiarmos plenamente na Palavra de Deus. Em tudo o que ela diz em tudo o que ela ensina, em todo o conjunto de ordenanças que Deus nos revelou para observássemos. E em todas as suas “grandíssimas e preciosas promessas” (2Pe 1.4).
QUANDO ALGUÉM nos promete algo, principalmente se for aquilo que nos deixará felizes, satisfeitos, realizados, ficamos ansiosos enquanto a promessa não é cumprida. Assim somos nós no tocante às promessas divinas: aguardamos com expectativa o cumprimento pleno de tudo aquilo que o Senhor em Sua Palavra têm nos prometido.
SÃO INÚMERAS as promessas de Deus nas Escrituras. Se fossemos declinar aqui cada uma delas, este texto ficaria extenso em extremo. Mas me debruço sobre aquela que se constitui a promessas das promessas a meu ver, que é a que se refere ao breve retorno de Jesus Cristo. A Bíblia é categórica em afirmar que o Senhor Jesus voltará a esta terra pela segunda vez. Ele afirmou no capítulo 8 do…

A massificação do discipulado cristão

Imagem
GOSTARIA de entender por que tantas vezes nós cristãos não nos detemos de forma apropriada ante as Escrituras para obter delas o parâmetro fundamental de orientação em tudo que se refere à vida. E com o discipulado não é diferente.
EXPLICANDO: As Escrituras do NT deixam transparecer um direcionamento sobre o que significa o verdadeiro discipulado. Este se dá na via dos relacionamentos pessoais. Que por sua vez desemboca em uma prática discipulante em que aquele que recebe o discipulado e o discipulador devem caminhar lado a lado, encontrando-se com regularidade para que ocorra a necessária instrução concernente à vida de imitação que todos devemos ter da Pessoa bendita de nosso Senhor (1Co 11.1; Ef 5.1).
TODAVIA tenho observado um conceito errôneo de discipulado: aquele que é realizado às expensas do indivíduo, ou seja, é realizado em grupos. Também se constata nesse modelo, uma imposição de conceitos e ideias sobre o que seria a vida cristã e que não permite o espaço devido para aco…