domingo, 17 de março de 2013

Coisas básicas que o discípulo de Cristo não pode esquecer


O discípulo de Jesus Cristo deveria idealmente guardar em sua mente e em seu coração, algumas ensinamentos básicos que não podem jamais ser menosprezados, se é que ele realmente leva a sério as palavras de Jesus: "Assim, pois, qualquer de vós, que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo" (Lc 14.33).

O primeiro ensinamento, é de que o discípulo de Cristo é alguém que renunciou a si mesmo e tudo que possui pelo Reino de Deus. Isso não significa que ele está fazendo um voto de pobreza tal em que irá vestir-se com roupas surradas, andará de chinelos e sairá pregando por aí. Não. Falo de renúncia no sentido de despojamento do pecado em seu coração, aqueles desejos latentes da alma que teimam em tentar controlar sua vida, conspirando continuamente contra o trabalho incessante do Espírito Santo, agente de nossa santificação (Rm 8.1-14; Gl 5.16-26). Essa renúncia é a essência do que o próprio Senhor Jesus praticou. Por um período de tempo, na encarnação, Ele abdicou de alguns de seus atributos para poder habitar entre nós e consumar a obra de salvação. A humilhação dEle, que sendo Deus se fez semelhante a nós, seres humanos, é algo que nunca deveremos esquecer (Fp 2.5-8).

Outra coisa que podemos destacar é que nenhum dos assim chamados seguidores de Jesus Cristo, está isento de fazer esta renúncia pessoal. Todos que fizeram profissão de fé em Jesus, que lhe seguem, que querem aprender cada dia os ensinamentos do Homem de Nazaré, devem tirar de sua vida todo peso ou embaraço (Hb 12.1) e perseverar em seguir ao Senhor custe o que custar.

Mais uma: Ser discípulo significa ser de Jesus. Pode parecer óbvio, mas Ele disse, que renunciando a tudo o que temos, seremos seus discípulos. E é isso que, afinal, deveremos considerar acima de tudo. Se somos tidos como discípulos de Jesus, se assim nos consideramos, temos de ter uma consciência bem clara de que somos dEle. Somos de Jesus. E isto por si só já serviria para deixarmos todas as outras coisas em segundo plano. Ou Jesus é o primeiro em tudo para nós, ou Ele ocupa o lugar de relevância e significância que deve ser ou não entendemos ainda o que significa ser seu seguidor.

Não preciso declinar aqui que muitas outras coisas estão implícitas, mas a base é essa: Qualquer que se considera discípulo dEle, faz a opção de renunciar a tudo em favor dessa lealdade, porque se assim não o fizer, não poderá em hipótese alguma ser considerado discípulo do Senhor.

Que a graça, a misericórdia e operar do Espírito Santo sejam sobre você continuamente a fim de que prossigas insistentemente no caminho do discipulado. Não se renda a um discipulado fácil. O autêntico discipulado é custoso, porém glorioso do começo ao fim. Principalmente no fim, quando para sempre estaremos com nosso Senhor em Seu Reino de glória.

Discípulo de Jesus, que Ele te abençoe grandemente hoje e sempre. Não esqueça pois de sua vocação. Seja perseverante em aprender a cada dia com o nosso Mestre para ser parecido com Ele. Este é o desejo de Deus Pai (Rm 8.29).

A Ele seja toda glória !!!

O Discípulo e a Identidade de Cristo

É possível que alguém se reconheça como cristão, que deposite fé na Pessoa de Jesus Cristo, que confiou nEle como seu Único Salvador e ...