domingo, 24 de julho de 2011

Problemas do discipulado nos centros urbanos


Existe uma dificuldade nos dias de hoje nas grandes cidades do mundo para que um efetivo discipulado aconteça em toda sua plenitude. Isto porque, para muitos servos de Cristo, discípulos que desejam crescer e aprender mais e mais com seu Mestre e Senhor, ir aos cultos, estar com os irmãos celebrando a vida em Jesus é muitas vezes algo muito dificultoso. As distâncias a serem cobertas, engarrafamentos, horários apertados, stress, exigências do trabalho, cônjuges e filhos, estudos, enfim, há realmente uma série de demandas que podem se constituir barreiras para o discipulado dos filhos de Deus. A prática da Igreja na cidade não pode passar ao largo destas situações.

O discipulado requer proximidade. Requer relacionamentos. Exige que regularmente o discipulador possa estar com o discipulando para poder ministrar à sua vida os ensinos de Cristo. O discipulando precisa deste contato para aprender e crescer. Se o encontro ocorre de forma esporádica ou, infelizmente e com muito prejuízo para o discipulando, este não ocorrer, seu crescimento na fé cristã estará prejudicado. É preciso pensar e agir a respeito.

Mesmo que haja toda essa dificuldade em uma grande cidade de nosso país, urge que a liderança estabeleça meios e condições para que ocorra o discipulado. Discipulado não pode ser feito à distância. Não pode ser feito on-line, através do Facebook, MSN ou Twitter. Discipulado autêntico e com qualidade somente deverá ocorrer de forma presencial, em encontros para que ocorra a dinâmica do "uns aos outros" a mutualidade, como preconiza o NT (Rm 15.7; 1Co 12.25; 14.26; Ef 4.25; 5.19 algumas passagens para exemplo, existem inúmeras outras).

Estou falando de encontros individuais. Discípulo e discipulando. Mas não quero deixar de mencionar a grande importância dos grupos pequenos que também proporcionam esta dimensão de discipulado. Desde que este grupo não seja muito grande, de 12 a 15 pessoas no máximo e que haja uma ênfase no treinamento para que aprendam a ser efetivos discipuladores de outros discípulos e isso possa se reproduzir ad infinitum.

A igreja na cidade depende e muito do esforço de todos para que aconteça a experiência enriquecedora que é o discipulado. Ela é fundamental para que os conteúdos e as práticas da vida em Cristo sejam demonstrados e aplicados. Não posso conceber uma igreja que se reconhece cristã e não seja aplicada ao ministério do discipulado (ou ao ministério de ensino bíblico-teológico, ou ao ministério de diaconia e tantos outros igualmente).

Defendo que na medida do possível a igreja esteja perto, o mais perto possível de seus membros. Sei que às vezes torna-se difícil esta realidade porque o que acontece é de alguém converter-se hoje, onde está morando, a igreja é em seu bairro, não há dificuldade alguma para deslocar-se ao local de culto juntamente com sua família. Porém, por circunstâncias várias, este novo crente poderá mudar de residência ou ser transferido em seu trabalho e precisa mudar realmente de endereço e passa então a encontrar dificuldades para congregar onde fazia outrora. Isto em grandes cidades como São Paulo ou Rio de Janeiro por exemplo é muito real.

O que fazer nesses casos? Dependendo da visão de seus líderes e das condições e direção do Senhor, aquela hipotética igreja poderá ter outras congregações em vários lugares da cidade. De forma que aquela família ficaria no mesmo ministério sem precisar deixá-lo. Mas, isto muitas vezes é impossível de se realizar. Nesse caso, aqueles cristãos deverão orar ao Senhor e Lhe pedir a direção para que, no novo lugar em que passarão a morar, estejam numa igreja onde poderão continuar em seu processo de crescimento por meio do discipulado.

O importante é que entendamos a importância desse ministério. De que, apesar das dificuldades nas grandes metrópoles as igrejas e os líderes usem sua criatividade para que efetivamente o processo ocorra. E isto sem prejuízo dos conteúdos bíblicos, obviamente.

Irmão querido, meu desejo com esta reflexão é levar você a pensar a respeito. Como está sua vida de discipulado, você hoje ministra e é ministrado por alguém? Mesmo em meio às dificuldades que ocorram na cidade onde você esteja morando hoje? Confie de que Deus deseja que você enfrente, supere dificuldades e continue a crescer e que ajude outros a crescerem também, por isso todos juntos (e não somente os líderes, os pastores) devem tudo fazer para que a semelhança com Cristo seja buscada por meio do discipulado.

Tenha uma excelente semana na graça de Deus, sempre procurando crescer à semelhança de Jesus Cristo, Amém!


Nenhum comentário:

O Discípulo e as Bênçãos da Salvação

Das muitas, inumeráveis e abundantes reflexões que a Palavra de Deus proporciona a todos nós, discípulos de Cristo, está o que concerne...