domingo, 8 de novembro de 2009

Marcas de um Discípulo Autêntico: Louvor e Ação de Graças (6)


O louvor e as ações de graça são marcas do discípulo que trataremos como uma só nesta ocasião. O texto inspirado de Hb 13.15 diz: "Portanto, ofereçamos sempre por ele a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome."

Por causa do sacrifício perfeito de Jesus pelos nossos pecados, temos a obrigação e o privilégio de oferecer o sacrifício de louvor, de agradecimento, de nossos lábios a Deus. As ações de graça ou a gratidão assim como o o louvor fazem parte inseparável da vida do discípulo de Cristo sendo reconhecida também como uma de suas marcas distintivas.

Jesus ensinou-nos, na oração modelo do Pai Nosso (Mt 6.9-13) de que devemos abrir a porta da vida de oração com louvor: "Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; Venha o teu reino, seja feita a tua vontade." E Ele fechou a porta de oração com louvor: "Porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém." Isto porque, tanto ao entrarmos como ao saírmos de nosso lugar de oração estaremos focando unicamente a Deus.

Este ensinamento de Jesus sobre o louvor e a gratidão aponta para duas verdades inabaláveis. Em primeiro lugar, o louvor é a resposta à grandeza de Deus e em segundo lugar a gratidão ou ação de graças é a resposta à bondade de Deus. Ambos, louvor e gratidão estão intrinsecamente relacionados. Como discípulo de Jesus Cristo e à semelhança d'Ele, devo expressar plenamente em toda minha vida e em tudo o que eu fizer, o louvor e as ações de graças devidas a Deus.

O Senhor Jesus afirmou que devemos ser como crianças para herdarmos o Reino de Deus. E quando entrava triunfalmente em Jerusalém cf Mt 21.16, Ele disse, fazendo eco com Sl 8.2 que da boca das crianças é que vinha o perfeito louvor. Portanto, nós, numa vida de humildade, de entrega, de total submissão ao nosso Pai Celestial, como crianças que confiam plenamente em seu pai, poderemos expressar este perfeito louvor que será aceitável a Deus.

O discípulo de Jesus sempre deverá ter um coração grato. Por tudo que Ele realizou por nós e continua a realizar em nós. Não é possível ser seguidor de Jesus e ser um ingrato, um mal-agradecido. Isto demonstra que não reconhecemos o que Ele tem feito em nossa vida. Note os dez leprosos que foram curados (Lc 17.11-19), somente um voltou a Jesus para glorificar a Deus, expressando desta forma sua gratidão pela saúde restaurada.

Assim, que possamos ser como Davi, que disse no Salmo 50.23: "Aquele que oferece o sacrifício de louvor me glorificará." O livro de Salmos é uma demonstração contínua de louvor e ação de graças a Deus que o Espírito Santo inspirou para que vivamos integralmente nesta dimensão em todo nosso viver porque verdadeiramente Deus é digno de louvor.

Apocalipse 5.12,13: "Que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto,de receber o poder, e riq uezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças. E ouvi toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra,e que está no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre."

Que você possa considerar isso em seu coração discípulo de Cristo, Amém!

Nenhum comentário: