sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Reconstruir relacionamentos


Não há dúvida de que devido ao crescimento de nossas cidades, as pessoas ficaram mais distantes umas das outras e algo natural como o compartilhar sentimentos, opiniões, vidas, fica aquém do que realmente Deus planejou para que fizesse parte de nossa vida. O ser humano é gregário por natureza, sente a falta de companheiros, pessoas como ele que querem compartilhar suas vidas. Isto idealmente, porque muitas vezes têm predominado o egoísmo e o individualismo.

Ao criar Adão, logo em seguida Deus viu claramente de que não seria bom de que o homem que criara ficasse só. A necessidade de uma companhia era algo patente e bem podemos imaginar, logo após a criação da mulher, a alegria e a expectativa de Adão.

Não é diferente hoje no âmbito cristão. Ao planejar a Igreja, o Senhor Jesus certamente incluiu a interação entre seus membros. A dinâmica do "uns aos outros" tão claramente delineadas nas epístolas é algo muitíssimo necessário e de uma vital importância para todo discípulo de Jesus.

Mesmo o pecado no coração humano não conseguiu totalmente destruir esta necessidade de companhia que todos temos. O pecador redimido por Cristo, ou seja, eu e você, podemos, com a ajuda do Espírito Santo, reconstruir nossos relacionamentos prejudicados que foram pela presença incômoda do pecado.

Salvos fomos por Jesus para desfrutar de relacionamentos de qualidade. E o discipulado proporcionará um excelente terreno para que possamos aprender como podemos nos relacionar adequadamente com nossos semelhantes, quer sejam cristãos ou não. O testemunho do Espírito Santo por meio das Sagradas Escrituras é crucial para caminharmos nesta direção. Os pais espirituais que todos podemos vir a ser deverão enfatizar com acuidade este aspecto relacional de nossas vidas.

Desejo a você, quem quer que seja e onde quer que esteja as mais ricas bençãos de nosso Pai de amor!


Nenhum comentário: