sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Discípulo, entre no novo ano em plena comunhão com Jesus


Discípulo procure entrar no novo ano em comunhão plena com o Senhor Jesus Cristo. Isto é o básico, é o essencial que deve-se fazer. Todas as demais dimensões de nossa vida dependem de termos a paz e a comunhão com o Senhor atualizadas. Sobre isso não pode haver qualquer dúvida em nós. Nada deve interferir ou se interpor nisso. O pecado, conforme disse o profeta Isaías, é o que faz a separação entre nós e o nosso Deus (Is 59.2). Portanto, devo, como diz o apóstolo Paulo, operar a minha salvação com temor e tremor (Fp 2.12) a fim de evitar o pecado e a consequente separação entre mim e meu Senhor.

Caro discípulo de Cristo, isto é fundamental para você. Não troque sua paz com Deus pela satisfação da carne. Não negocie sua salvação com as coisas efêmeras dessa vida. Não aceite as propostas tentadoras de Satanás, como ele mesmo fez com Jesus (Mt 4, Lc 4). E nós lemos como gloriosamente, o Senhor Jesus venceu todas as tentações resistindo somente com a Palavra de Deus. Fica a lição para todos nós.

Sabemos pela Bíblia e pelo testemunho interior do Espírito Santo de que Jesus não tarda em voltar. Logo, devemos atentar muito bem para as exortações que Cristo nos deixou concernentes à Sua Segunda Vinda. O que Ele mais expressamente nos recomendou, é de que vigiássemos, ou seja, estivéssemos atentos, despertos: "Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor" (Mt 24.42); "Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir" (Mt 25.13); "Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo" (Mc 13.33); "Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã, para que vindo de improviso, não vos ache dormindo. E as coisas que vos digo, digo-as a todos. Vigiai" (Mc 13.35-37).

Cada vez mais a iniquidade tem aumentado no coração humano. A Palavra de Deus se cumpre e o tempo se acelera. Deus vai cumprir cabalmente Sua Palavra. Ele trará juízo ao mundo. Ele não deixará de julgar e punir o pecado. O apóstolo Pedro diz em sua segunda epístola: "Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão" e em seguida ele adverte-nos: "Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato e piedade, aguardando e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão?" (2Pe 3.10-12).

Fica evidente que necessário se faz o cuidado em nossa relação pessoal com o Senhor. Uma vida de piedade verdadeira. Uma vida de santidade real e não fingida. Por isso, nosso discipulado deve ser algo dinâmico, deve ser mesmo o nosso estilo de vida, posto que somos aprendizes de Jesus Cristo. Somos seus seguidores. Somos cristãos "pequenos cristos" e deveremos imitá-lo sempre. O livro "Imitação de Cristo" de Thomas Kempis defende um discipulado radical exatamente pelo fato de imitarmos a Cristo em tudo.

Comunhão com Deus se dá no dia a dia. E não é uma utopia, é perfeitamente possível. O Senhor mesmo garante-nos o resultado (Rm 8.12-15; Gl 5.22-25). O Espírito Santo precisamente fez em nós Sua habitação e, sendo assim, nos habilita a viver de uma maneira que agrada ao Senhor.

Meu desejo e minha oração é que você renove sua comunhão com Cristo para 2012 e que aprofunde sua vida nEle. Em conhecer a Deus cada vez mais através de uma vida de submissão à Sua Palavra. Tenha certeza que muitos frutos você produzirá para a glória do Senhor.

Então, um feliz 2012 para ti. Em Cristo Jesus!



O Discípulo e as Bênçãos da Salvação

Das muitas, inumeráveis e abundantes reflexões que a Palavra de Deus proporciona a todos nós, discípulos de Cristo, está o que concerne...