Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Contra quem o discípulo deve lutar – Última parte

Imagem
Nas abordagens anteriores falamos sobre dois inimigos do cristão – o mundo e o diabo, que agem fortemente contra os seguidores de Cristo, mas são inimigos externos. Desta feita, falaremos sobre o terceiro grande inimigo do cristão, a carne. Este oponente tem uma peculiaridade em relação aos dois primeiros que é o fato de ser um inimigo que está em nós. Poderíamos até falar que este inimigo somos nós mesmos, isto é, nossa natureza decaída e corrompida pelo pecado.Toda a Palavra de Deus testemunha do fato de que temos uma natureza decaída. Davi, nos Salmos de forma categórica afirma isto. Ele diz no Salmo 14: “Disse o néscio no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem. O Senhor olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a a Deus. Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos: não há quem faça o bem, não há sequer um (vs 1-3, ver também Sl 53.1-3). O …

Contra quem o discípulo deve lutar – Parte 2

Imagem
Estaremos no dia de hoje falando sobre outro inimigo do cristão – o grande dragão, Satanás, a antiga serpente, o diabo (Ap 12.9). Este inimigo que também podemos denominar de o Inimigo, certamente tem causado dois tipos de atitude para alguns discípulos de Jesus. Existem alguns que superestimam o diabo, dando a ele um status que absolutamente não possui. Em tudo enxergam a sua mão horrenda, em todos os negócios e aspectos de seu cotidiano. Entendem que Satanás está agindo e costumam esconjurá-lo com o famoso “sai em Nome de Jesus.” Costumam vê-lo atrás de cada palavra falada, atrás de cada música, ou de qualquer outra produção da mídia. Chegam a ficar paralisados de medo ao falar ou ouvirem sobre ele. De outro lado, existem aqueles cristãos que chegam a negar a existência deste ser maligno. Que não aceitam que seja real, simplesmente por acharem que Deus não criaria tal ser. Dizem que na verdade é um personagem folclórico, ou pertencente às fábulas místicas judaicas. Ou aceitam até que…