Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

O discípulo e a participação política

Imagem
Deve o discípulo de Jesus Cristo participar da política? Sim ou não? Jesus disse: “Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus”(Lc 20.25). Ora, notório é que o Senhor reconheceu o poder civil. E que, como Seus discípulos, deveríamos ser respeitosos para com o mesmo, cumprindo nosso dever de pagar nossos impostos, por exemplo (Rm 13.6,7). O crente deve, conforme disse o Senhor Jesus, ser sal na terra e luz do mundo (Mt 5.13-16). Se é assim, não haverá nenhuma área da vida fora da influência do bem, que não possa ser influenciada pelos valores eternos do Reino de Deus. No âmbito do envolvimento dos cristãos na política, temos dois belos exemplos na história (vide Abraham Kuyper na Holanda e William Wilberforce na Inglaterra).Estes homens eram autênticos discípulos de Cristo e foram determinantes em sua atuação (Kuyper como primeiro-ministro e Wilberforce como parlamentar) fazendo com que as leis dos homens estivessem mais próximas da vontade de Deus. Sabemos que a cl…

O discípulo e a contribuição financeira

Imagem
“Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria” (2 Co 9.7).Todos nós, discípulos do Senhor Jesus Cristo, estamos cansados de ouvir sobre os abusos que se cometem em determinadas igrejas no tocante à arrecadação monetária. Todos nós já ouvimos e continuamos a ouvir sobre a obrigatoriedade dos dízimos e ofertas. Todos sem exceção ouvimos sobre a relação de barganha, de troca, sobre a questão de ofertar. E, finalmente, todos já tiveram seus ouvidos importunados sobre a falsa doutrina das semente$$.Ao analisarmos com mais acuracidade a Palavra de Deus, somente ela, notamos a falta de embasamento para tudo o que é feito hoje supostamente a mando do Senhor. A Bíblia fala de dízimos? Sim, certamente que sim. Fala de arrecadação de ofertas? Sim, igualmente. Porém, no Novo Testamento, nós, discípulos de Cristo, não somos de forma alguma obrigados a ter o procedimento que era ordenado aos crentes no Antigo Testamento…

O discípulo como imitador de Cristo

Imagem
A palavra imitadoré derivada de imitação significando, segundo o dicionário Aurélio "representação ou reprodução de uma coisa, fazendo-a semelhante a outra." Imitar é "fazer ou tentar fazer exatamente o que faz uma pessoa; tomar como modelo; reproduzir; repetir."
A vida do autêntico discípulo de Jesus Cristo, forçosamente se caracterizará pelo crescimento em piedade. Esta piedade é ensinada na Bíblia em seu aspecto geral, mas também é adquirida através da imitação da vida vivida por Jesus como relatada nos Evangelhos.
"Sede pois, imitadores de Deus, como filhos amados." Assim o apóstolo Paulo, grande servo de Deus, recomenda-nos em Ef 5.1. Mas igualmente, ele recomenda a imitação de sua vida porque ele imitava a Cristo: "Sede meus imitadores, como também eu de Cristo" (1Co 11.1 e também 1Co 4.16; Fp 3.17; 4.9; 1Ts 1.6). Notemos a estatura espiritual deste homem de Deus. A exortação para imitá-lo procede inteiramente, sendo Paulo quem era, reconhe…